Despreocupação – o maior erro de todos

Recentemente compartilhamos um artigo sobre 7 Enganos no uso de Detectores de Gás, que fala sobre a detecção de gás e os erros mais comuns, de diferentes tipos, que podem custar vidas. No entanto, o verdadeiro erro, o que está na raiz dos problemas é a despreocupação, ou seja, deixar que o dia-a-dia sem acidentes, deixe-nos despreocupados com a real possibilidade deles acontecerem.

O fato de não ocorrerem acidentes, não significa que os gases ficaram menos perigosos.

Familiaridade com a boa rotina

A familiaridade com a rotina sem acidentes é identificada como um fator agravante para os acidentes industriais, incluindo aqueles relacionados aos gases tóxicos e inflamáveis, porque a despreocupação à presença do gás é, muitas vezes, resultado das experiências anteriores. As pessoas, em suas vidas profissionais, repetem frequentemente as mesmas tarefas diárias, sem incidentes. É fácil entender como isso pode ser tomado como evidência da ausência de perigo, em âmbito pessoal ou organizacional.

Por exemplo: estatísticas sobre entrada em espaço confinado mostram que, a grande maioria das pessoas envolvidas em acidentes em um espaço confinado, já havia entrado anteriormente no mesmo espaço, sem nenhum tipo de problema.

Para evitar o aparecimento da indesejável despreocupação, recomenda-se o exercício de dois princípios:

• Bons hábitos

Quando você entra em seu carro, você não avalia as chances de estar em um acidente e, então, decide se deve ou não usar o seu cinto de segurança com base neste julgamento. É automático, feito sem um pensamento consciente. Você simplesmente usa o cinto de segurança.

Se o uso e a manutenção do equipamento de detecção de gás forem tão constantes e naturais quanto o uso de um cinto de segurança, muitas vidas serão salvas.

• Conscientização do perigo

Você, felizmente, pode não ter se envolvido em um acidente de trânsito, mas provavelmente já se deparou com algum, pode ter presenciado um, ou ter um amigo ou familiar que tenha sofrido um acidente. Por isso, não pode negar a existência deste perigo.

Os acidentes com gases tóxicos e inflamáveis não são tão comuns como outros acidentes industriais. Os perigos do gás não podem ser vistos. Porém, se o detector de gás estiver funcionando corretamente, uma situação potencialmente perigosa poderá ser rapidamente detectada. Leia também, o artigo sobre a Importância do Teste de Resposta.

Não podemos subestimar a probabilidade de perigo.

Atitudes Organizacionais

A ausência de acidentes em uma indústria pode gerar uma falsa sensação de segurança, uma carência de preocupação que pode contribuir para grandes acidentes.

A ausência de acidentes não indica a existência de segurança.

Por isso, usar os equipamentos adequados, realizar diariamente teste de resposta dos sensores e manter a periodicidade da calibração dos detectores de gás, é o que vai garantir a boa rotina.

Fonte: https://www.crowcon.com/blog/

Para conhecer toda a linha de Detecção de Gás Crowcon que a General Instruments pode oferecer para a realidade da sua Empresa, entre em contato conosco através do telefone (11) 4419-8400 ou envie um e-mail para vendas@generalinstruments.com.br.